Tragédia no Oeste de Santa Catarina: Polícia civil divulga identidade do jovem autor do crime

Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, chegou de bicicleta na unidade infantil de ensino e usou uma espada samurai para cometer os homicídios

04 de Maio de 2021 às 16:00
Tragédia no Oeste de Santa Catarina: Polícia civil divulga identidade do jovem autor do crime
A cidade de Saudades, localizada no Oeste de Santa Catarina, tem apenas 9.800 habitantes.

A Polícia Civil de Santa Catarina divulgou nesta tarde a identidade do jovem que cometeu um ataque a uma creche de Saudades, na região de Chapecó. Trata-se de Fabiano Kipper Mai, de 18 anos. A informação foi confirmada pela Polícia Regional de Chapecó. Após cometer o crime, Fabiano tentou tirar a própria vida, mas não conseguiu, sendo detido por populares até a chegada da polícia. Devido aos ferimentos, foi levado ao Hospital de Pinhalzinho. Depois, por questão de segurança, foi transferido para outra casa de saúde.

Segundo o diretor administrativo do Hospital de Pinhalzinho, a transferência ocorreu em razão de temor de invasão do local para linchamento de Fabiano. Seu estado de saúde é considerado grave. Ele está entubado e sedado.

No ataque, morreram três crianças de até dois anos de idade, uma professora e uma funcionária da creche.

O governo de Santa Catarina decretou luto oficial de três dias em todo o estado. A cidade, que tem apenas 9.800 habitantes, ficou em choque com a tragédia.

O ataque

Por volta das 10h desta terça-feira, Fabiano invadiu a Escola Infantil Pró-Infância Aquarela e agrediu com uma espada samurai professores e alunos. Ele chegou ao local de bicicleta. O delegado Jeronimo Marçal Ferreira, de Pinhalzinho, disse que duas crianças e uma professora morreram no local. As demais vítimas chegaram a ser socorridas ao hospital e não resistiram. Uma das crianças feridas segue em atendimento médico.

As vítimas já foram identificadas, sendo duas meninas e um menino e duas funcionárias da escola. Uma delas é a profissional Mirla Renner, de apenas 20 anos, a outra é professora Keli Adriane Anieceviski de 30 anos que havia sido identificada mais cedo.

Após o ataque, segundo o delegado, o jovem teria deixado o local caminhando, quando foi abordado por pessoas que estavam próximas a escola. Nesse momento teria tentado contra a própria vida.

Alerta para novos ataques contra crianças circula em áudio pelo Whatsapp

Conforme áudio que circula através de grupos de WhatsApp, a Polícia Civil catarinense teria apreendido o computador de Fabiano, no qual consta a informação de mais ataques que estariam sendo articulados por um grupo para ocorrer no dia de hoje contra crianças de creches dos municípios próximos à cidade de Saudades. No aúdio, foi emitido um alerta para que os pais tirem as crianças das creches.