Noite de gala e magnare talian tchó
10 de Junho de 2022 às 10:04
Noite de gala e magnare talian tchó
A Menção Honrosa recebida pela URI em razão de seus 30 anos de atividades é um dos assuntos da semana enfocados por Oliveira Junior em sua coluna desta sexta-feira.

Todos nós, indistintamente, devemos ser apaixonados pela educação. Ela é tão importante e não poderia deixar de ser diferente, que lá em 03 de outubro de 1988, a mesma foi inserida na Carta Magna no artigo 205, que traz em seu fulcro “A educação, direito de todos e dever do Estado e da família”. Ela visa o pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Veja que é uma termologia muito forte,

Não que aquele que não tenha estudo não seja cidadão, porque, ser cidadão é ter direto à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade perante a lei e ter direitos civis, votar e ser votado, ter direitos políticos. A voz da lei nos diz no Direito Constitucional, que cidadão é aquele que possui capacidade eleitoral ativa.

Por que abri essa coluna, abordando o assunto “educação”? Como já passei pelos bancos escolares, e pela faculdade, sou um dos que adoram, admiram, enfim, que defende a educação. O Direito me deu muitas lições, as quais vou levar para vida. Por outra, aplaudi aqui do alto da serra, as comemorações e homenagens a URI santiaguense pela passagem dos seus 30 anos de excelente ensinamento, completados no décimo nono dia do quinto mês do ano, e que por merecimento, recebeu título de Menção Honrosa. Professora Michele Noal Beltrão e a toda equipe diretiva, nosso reconhecimento e cumprimentos.

E com prazer registro a passagem por Flores da Cunha, do meu amigo, filho da Terra dos Poetas, Marcelo Brum Deputado Federal, o qual, estava acompanhado pelo seu Assessor, também meu amigo Valdir Aguirre. Marcelo deixou a todos impressionados pela sua maneira desprendida, desenvolto, e que tem firme convicção daquilo que fala, como por exemplo, quando se refere ao “Agro, à educação, ao esporte” entre outros temas. Perante muitos amigos e simpatizantes do seu trabalho, Marcelo Brum enfatizou números precisos sobre a demarcação da área indígena, e terras brasileiras que estão nas mãos de estrangeiros, numa incrível marca de 53%, o que realmente assusta, frisou o digno parlamentar.

Em se tratando de Emendas, todos sabemos a cifra espetacular que o Deputado Marcelo Brum injetou no nosso querido Hospital de Santiago, SETE milhões de reais; já para nosso Hospital Fátima em Flores da Cunha, 500 mil reais; 250 mil para asfaltamento do Travessão Gavioli, se tornando o deputado que nos dois primeiros anos de mandato, foi o Deputado que mais enviou verbas para a capital brasileira da uva e do vinho. O vice-prefeito Márcio Rech e vereadora Ângela Machado Cardoso, por sinal ela santiaguense e ambos Republicanos, se fizeram presentes. Uma noite de gala regada a magnare talian e o vinóte florense.

O ex- vice-prefeito Almir Zanin, entre várias autoridades, igualmente prestigiaram tanto junto à câmara, quanto num suculento jantar à italiana, oferecido pelo vereador Horácio Rech e preparado pela senhora Ivete e sua equipe, nas dependências do famoso Galpão da Ivete. As reportagens e lives junto ao Portal Oliveira Junior, foram do meu filho Junior de Oliveira, assessorado pelo também meu filho Éderson de Oliveira. Como bem mencionei no momento em que fiz uso da palavra, “Sirvam as façanhas do Deputado Marcelo Brum, de modelo aos demais políticos”, parafraseando nosso Hino Riograndense.

Direto da Serra gaúcha, exclusivo para o Santiagonews, Oliveira Junior.