Coluna: @ Serra gaúcha - Por Oliveira Junior

Santiago é uma estrela no meu coração
10 de Dezembro de 2021 às 07:09
Na coluna desta sexta-feira, Oliveira Junior exalta mais uma vez o seu amor pela cidade de Santiago e tece comentários sobre o julgamento do caso Kiss.
Na coluna desta sexta-feira, Oliveira Junior exalta mais uma vez o seu amor pela cidade de Santiago e tece comentários sobre o julgamento do caso Kiss.

Saudação Terra dos Poetas e aos amigos do mundo. Sinto-me sempre honrado a cada sexta-feira estar aqui no www.santiagonews.com.br. Diversos motivos me trazem emoção. Por exemplo, neste 10 de dezembro, seria aniver da minha saudosa mana mais velha, Jurema, a qual cuidou de mim como filho adotivo, desde os cinco anos de idade, e que encontra-se no plano espiritual. Deus a ilumine muito, e externo aqui minha gratidão.

Outro momento marcante hoje, é que estou escrevendo aqui a coluna de número 240, nas quais eu coloco euforia, e outras vezes, fortes emoções, porque vocês me permitem extravasar, dividir com cada amigo da rede social, aquilo que vivo, aquilo que sinto, e me dão a chance de trazer à tona, a história de tantos integrantes do Baita Chão e que ajudam ou ajudaram na construção de fatos marcantes do Santiago de todos nós. Sou jaguariense, entretanto, Santiago é uma estrela no meu coração, devo muito a essa terra.

E esta semana, meu amigo Julio Barcelos me fez realmente eu chegar às lágrimas. Eu estava nos estudos do meu curso de TTI, ao qual tenho me dedicado, quando o Julio via whats, me disse "acompanha aí o julgamento do caso Kiss pelo portal Santiagonews”. Dei um time nos estudos e passei a assistir o júri. E naquele momento falava a Jéssica, menina que habitava na minha mesma cidade, Manoel Viana, e coincidentemente era minha vizinha, quer dizer, eu conhecia seu irmão Vinícius, que foi um herói a salvar mais de dez amigos e não salvou a si próprio. Perdi minha querida sobrinha Neiva naquele ato também. Confesso, me emocionei muito, porque apesar de ser um cara de alto astral, sou muito emotivo. Rezemos por aqueles 242 irmãozinhos que partiram prematuramente.

Qualquer religião nos diz, sigamos o “princípio do amor ao próximo”.

Direto da Serra gaúcha, Oliveira Junior.

Mais artigos de @ Serra gaúcha - Por Oliveira Junior