Coluna: Geral

Seca deixa o Rio Uruguai incrivelmente baixo
13 de Janeiro de 2022 às 11:39
Nas Três Ilhas em Crissiumal é possível caminhar de uma ilha a outra. Foto: César Schwingel / Guia Crissiumal
Nas Três Ilhas em Crissiumal é possível caminhar de uma ilha a outra. Foto: César Schwingel / Guia Crissiumal

A seca terrível que atinge o Conesul, que causa prejuízos bilionários, incêndios e a falta de água não tem previsão de fim.

A Metsul Meteorologia em uma matéria dessa quarta-feira definiu a situação: “A seca que atinge os países do Cone Sul da América do Sul já é um desastre de bilhões de dólares e será um dos maiores no mundo no ano de 2022, destaca a MetSul Meteorologia. Os prejuízos na agricultura da Argentina, Uruguai, Paraguai, Sul do Brasil e Mato Grosso do Sul são bilionários e crescentes com tendência de agravamento da situação pela continuidade da seca até o final do verão em algumas áreas destas regiões”.

Em nossa região, além dos prejuízos já citados, a seca muda a paisagem, com plantações e até mesmo o mato secando. Os rios também apresentam volumes de água cada vez menores.

O Guia Crissiumal fez imagens próprias e recebeu um vasto material nessa quarta-feira do seguidor e grande parceiro César Schwingel, da situação do Rio Uruguai. No Balneário três Ilhas em Crissiumal é possível ir a pé de uma ilha a outra, como mostra o vídeo abaixo. Cada vez mais cascalho aparece e menos água corre no local. 

Fonte: Guia Crissiumal

Mais artigos de Geral