Coluna: Geral

Bebê que sobreviveu ao ataque em escola infantil de Santa Catarina deixa a UTI
06 de Maio de 2021 às 10:17
Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

O bebê de 1 ano e 8 meses que ficou ferido durante o ataque a uma cheche em Saudades, no Oeste catarinense, saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), informou o Hospital Regional do Oeste no início da noite desta quarta-feira (5).

O menino é o único ferido por golpes de espada que sobreviveu, após um jovem de 18 anos entrar na unidade de ensino infantil e matar três crianças de 1 ano, uma professora de 30 e uma agente educativa de 20.

A criança foi transferido para o Hospital da Criança de Chapecó, também no Oeste catarinense ainda nesta quarta. O quadro de saúde é estável e ele segue em recuperação. Pouco antes de o filho deixar a UTI, o pai, Diego Hübler, pediu orações para as famílias das vítimas.

"Peço que orem pelo meu filho e orem para que conforte os corações dessas famílias porque isso não é fácil. Um filho sempre está preparado para enterrar o pai, mas nunca um pai preparado para enterrar seu próprio filho. Isso é a coisa mais triste do mundo”, disse o pai da única criança ferida que sobreviveu.

Na terça (4), dia do crime, o bebê foi encaminhado ao hospital com cortes na bochecha, lábios, barriga, além de uma perfuração em um dos pulmões. Ele precisou passar por uma cirurgia e ficou na UTI.

Além do bebê, o homem apontado como autor do ataque segue internado, em UTI, no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó. A unidade de saúde informou que ele está sedado e se recupera de uma cirurgia. Após o crime, ele deu golpes contra o próprio corpo.

A Polícia Civil autuou ele por cinco homicídios qualificados e o Ministério Púbico pediu a prisão preventiva para autor de ataque a creche.


Fonte: Observatório Regional, com informações de G1

Mais artigos de Geral