Gigante pela própria natureza!
02 de Novembro de 2018 às 10:05
Gigante pela própria natureza!
02 de novembro, o chamado, Dia de Finados, que cada um de nós possamos refletir sobre a partida de nossos familiares e amigos rumo aos braços do Pai Supremo.

Cinquenta e oito dias nos separam do final de 2018. Olhando para o retrovisor do tempo, percebamos quantos fatos notáveis já aconteceram e quem sabe quantos ainda estão a caminho.

A verdade é que em se tratando de política, sem entrar no mérito de partido A ou B, está aí pronto para assumir as rédeas do Brasil tropical, um fenômeno chamado Jair Bolsonaro. Um cidadão que praticamente não foi às ruas, passou grande parte num hospital ou convalescendo em casa com Colostomia. Campanha pobre e usando apenas a rede social. Incrível como o país abraçou Bolsonaro, que tem no sobrenome, Messias, mas preferiram chama-lo de Mito. Errado? Não. O povo viu nele a oportunidade de transformação, de recuperação de um Brasil onde a voz da reclamação reboa nos quatro cantos da Pátria. Agora é esperar e torcer para que vejamos em prática a luta para dar ao Brasil o status que ele merece: Gigante pela própria natureza.

Quero registrar aqui, o passamento do nosso amigo Jorge Costa, radialista, comentarista, baita narrador e pessoa do bem. Recordo-me quando o Jorge chegou em Santiago, procedente de Cruz Alta, ainda na ativa como sargento do Exército, nos procurou na Verdes Pampas FM. Diálogos com o nosso então Diretor, Dr. Cocentino, o Jorge Costa passou a participar conosco domingo à tarde, num programa que moldamos para que ele pudesse participar, o Domingo, som, esporte show. Logo o Jorge começou a narrar futebol também em Santiago com um trabalho de alta qualidade.

Na última Copa Santiago que participei com ele, então pela URI FM, ele deu muita força ao meu filho Éderson de Oliveira, o qual foi convidado para também participar das narrações, no Estádio Alceu Duarte de Carvalho, enquanto eu realizava as reportagens. Foi uma grande pessoa, um excelente profissional, do rádio e Jornal. Que Deus lhe reserve planos de muita luz na Pátria espiritual.

Por sinal, 02 de novembro, o chamado, Dia de Finados, que cada um de nós possamos refletir sobre a partida de nossos familiares e amigos rumo aos braços do Pai Supremo. Para a maioria eles morreram, todavia, como espírita lhes digo, eles estão mais vivos que nós. Para entender sobre o tema, recomendo-lhes o livro de Allan Kardec. Paz e luz a todos.

Direto da serra gaúcha- Oliveira Junior.