Coluna: @ Serra gaúcha - Por Oliveira Junior

Matar? Julgar? Quem pode?
08 de Junho de 2018 às 09:28
Agora a torcida brasileira está tremulando as bandeiras pra saudar mais uma Copa do mundo. Mas logo ali virão as eleições.
Agora a torcida brasileira está tremulando as bandeiras pra saudar mais uma Copa do mundo. Mas logo ali virão as eleições.

Pode até nem estar tão canalzérrimo assim, mas, enfim.. Sabe, um dos assuntos que não me faz a cabeça externar nos meios de comunicação ou na rede social é sobre política, muito embora sejamos dependentes da política. Sim, porque tudo depende de política hoje em dia, desde a política da boa vizinhança. Falo isso por quê ?

Agora a torcida brasileira está tremulando as bandeiras pra saudar mais uma Copa do mundo. Mas logo ali virão as eleições. E daí? Pra quem vamos votar? Por que votar no candidato a, b, c, etc? O que o candidato oferece? Quais são suas metas, ideologias, planos para o bem comum? Confesso que nunca me senti tão indeciso, nossa! tanta coisa acontecendo e eu aqui parado dando milho aos pombos? diz a música. Não, não, nada disso. Eu vou lá como cidadão cumprir minha obrigação. Alguém vai ganhar alguém vai perder bem verdade.

Agora se a gente se esquivar de votar estaremos deixando a brecha maior ainda pros corruptos se eternizarem nos comandando. O poder não emana do povo? Sim, né. E esse poder está no voto. Então, saiamos da zona de conforto e "let's go" votar, nem que seja no menos pior. Galeríssima, não estou aqui sugerindo candidato "a ou b". A escolha continua sendo sua, afinal, é democracia. Bem rapidinho: Tem se falado em decretar pena de morte no Brasil. Só que pra isso acontecer, forçosamente tem que mudar a Constituição Cidadã.

Porque de acordo com o artigo 60 da nossa Carta Magna, ele assevera o seguinte- A Constituição poderá ser "emendada" mediante proposta de 1/3, no mínimo dos membros da Câmara dos Deputados e 1/3 do Senado Federa, em dois turnos e ainda, por 3/5 dos votos dos referidos membros; Precisa os votos de mais da metade das Assembleias Legislativas das unidades Federativas da União. Outra, leiamos o artigo 5º, inciso XLVIII da CF/88- Não haverá penas de morte, salvo em caso de guerra em conformidade com ortigo 84, inciso XIX da CF, ou seja, só quando o presidente da República declarar guerra, no caso de agressão estrangeira e com autorização do Congresso Nacional, ou referendado pelo presidente da República.

Então, essa historinha que vou mandar matar e ponto final, não é bem assim. Temos que matar a corrupção. Eu não me julgo no direito de sair matando por aí. Não estou também julgando ninguém, afinal, só tem dois seres qualificados para julgar. O primeiro, logicamente é Deus, inteligência suprema e universal, cujas leis nunca são derrogadas; e o outro é o Juiz, porque ele estudou e se formou pra isso- julgar. Pausa pra gente refletir juntos. Voltarei dia 15, se Deus assim me permitir.

 

Direto da Serra gaúcha, Oliveira Junior.

Mais artigos de @ Serra gaúcha - Por Oliveira Junior