Coluna: @ Serra gaúcha - Por Oliveira Junior

Live, o show !
22 de Maio de 2020 às 00:10
Agora todo mundo é repórter. Bom, até aí, também tudo bem.
Agora todo mundo é repórter. Bom, até aí, também tudo bem.

Mas vamos direto ao ponto. Hoje, o mundo se conecta instantaneamente com todo mundo. O show não é mandar uma foto, um áudio de bom dia, o show são as "lives". São importantes? Claro, ótimas, vejo live sobre religião, reportagens, fatos de todas as formas. O que me chama a tenção são as lives feitas para atacar, macular a imagem de alguém. Agora todo mundo é repórter. Bom, até aí, também tudo bem.

Meus amigos, eu sempre elogio a educação que meus pais me deram, e por mim, levantaria uma estátua de bronze a eles por esse fato. Tanto ao meu pai Plínio quanto ao meu pai Molina o qual me criou desde os 5 anos de idade. Falar mal dum vizinho em casa já era feio e repreendido. Hoje, qualquer um vai pra chamada rede social e descarrega. Tem razão? Bom se tem, ok. Mas por qualquer motivo fútil, pobre daquele cidadão ou cidadã!

Deixo bem claro, não sou contra essa extraordinária ferramenta, o que me deixa rubro, é o palavreado utilizado para atacar, atingir o alvo.
Esse tal celular é uma arma fenomenante mesmo! Se alguém vai me dar razão ou me reprimir não sei, afinal, diz o artigo 5º, inciso LV da Constituição Brasileira que todos têm direito ao contraditório e ampla defesa. Me preocupo com a proporcionalidade que os fatos venham a tomar. Concluo dizendo que a minha intenção é salvaguardar a imagem da pessoa, de acordo com o princípio da dignidade humana, elencada no artigo 1º, inciso III, da CF/88. Vivam as lives! E se somos todos iguais...

Direto da Serra gaúcha, Oliveira Junior. 

Mais artigos de @ Serra gaúcha - Por Oliveira Junior