Coluna: @ Serra gaúcha - Por Oliveira Junior

Contraditório, já era. Deduza aí!
03 de Abril de 2020 às 10:08
Não só a minha, mas absoluta certeza, o comerciante deve estar arrancando os cabelos se perguntando como vai tocar a loja, como pagar os encargos sociais, se vai ter que demitir, enxugar a máquina, etc, etc.
Não só a minha, mas absoluta certeza, o comerciante deve estar arrancando os cabelos se perguntando como vai tocar a loja, como pagar os encargos sociais, se vai ter que demitir, enxugar a máquina, etc, etc.

-Penso e repenso, mas como não mencionar nesta coluna esse fato que circula pelo mundo, a pandemia do coronavírus, que segundo dados teria uma cifra de 800 mil casos pelo mundo. Mas tem notícia boa também, uma vez que na Coreia do Norte o mal não chegou, pelo menos por enquanto. Outra boa? O general Heleno já está curado; os presidentes do Grêmio e do Inter igualmente. Da mesma forma em São Paulo, na Bahia. E mais- no mundo já são 114.713 pessoas curadas. Bom, tomara que se propague mais notícias assim e que não escondam a positividade.

-Por outro lado, vejo os partidos políticos na tremenda indecisão de saírem da trincheira para deflagrarem a campanha eleitoral. E será que as eleições acontecerão mesmo nesse 2020? Que quebra de paradigmas! A essa altura tudo depende "de".

-Todos estamos atônitos com tanta regra nova em razão do atual quadro da saúde mundial, certo? A regra número 01- Fique em casa; Regra 02- Fecha tudo.

Não só a minha, mas absoluta certeza, o comerciante deve estar arrancando os cabelos se perguntando como vai tocar a loja, como pagar os encargos sociais, se vai ter que demitir, enxugar a máquina, etc, etc.

-Pera aí! Tem mais uma regrinha. Eu fico em casa, o idoso é proibido de ir à rua. Tá bem é regra! Mas a minha extrema preocupação é com aqueles que não podem parar de sair, de ir ao trabalho, por exemplo, os garis, os profissionais da saúde, os policiais, a classe bancária que está lá encerrada cuidando do dinheiro do povo, as farmácias! Contraditório já era. Deduza você.

E fechando- não vi aqui no Estado se cogitar em reduzir ICMS. Paro por aqui, pois é importante falar coisas boas. Até nem sei como fiz esses comentários!

Galeríssima, imagino a saudade dos festerês! Mas, tudo passa by, by. 

Direto da serra gaúcha, Oliveira Junior.

Mais artigos de @ Serra gaúcha - Por Oliveira Junior