Coluna: Geral

Ciclista é atropelado por quatro veículos na BR 287 em São Borja
10 de Setembro de 2018 às 13:58
Com o impacto, a vítima foi arremessada para a pista contrária, onde foi atropelado por outros três veículos, que deslocavam-se em direção a São Borja. / Foto: PRF/Divulgação.
Com o impacto, a vítima foi arremessada para a pista contrária, onde foi atropelado por outros três veículos, que deslocavam-se em direção a São Borja. / Foto: PRF/Divulgação.

No início da noite deste domingo, 09, por volta das 19 horas, a Polícia Rodoviária Federal foi acionada para deslocar ao km 516 da BR 287, próximo ao antigo Posto da Capela, onde um ciclista teria sido atropelado. No local, a PRF encontrou o jovem Diego Pinto Contreira, de 21 anos, com várias lesões graves, principalmente nas pernas, deitado sobre a pista.

No local haviam diversas pessoas, sendo que dois veículos que estavam no local afirmaram que teriam atropelado o ciclista. O condutor de um VW Fox, com placas de São Borja, afirmou que deslocava-se em direção a Nhuporã, interior da cidade, quando o ciclista, que deslocava na pista contrária, teria repentinamente cruzado a pista, sendo que o condutor não conseguiu desviar do ciclista colidindo com o mesmo. Com o impacto, a vítima foi arremessada para a pista contrária, onde foi atropelado por outros três veículos, que deslocavam-se em direção a São Borja.

Dos veículos, uma Hilux e uma motocicleta, não permaneceram no local e não foram identificados. Uma caminhoneta VW Amarok teria sido o quarto veículo que atropelou o ciclista, porém o condutor não soube afirmar se teria cruzado sobre a vítima ou sobre a bicicleta.

O ciclista foi socorrido pela equipe do SAMU, sendo encaminhado ao Hospital Ivan Goulart, onde permanece estável na CTI. Os veículos que permaneceram no local foram removidos ao depósito do Detran e ficaram a disposição da Polícia Civil.

Segundo a PRF, a bicicleta não possuía nenhum tipo de sinalização, nem dianteira ou traseira, além de que o ciclista não fazia uso de capacete de segurança. 

Fonte: Polícia Rodoviária Federal.

Mais artigos de Geral